4 vantagens de estar adequado ao Bloco K do SPED Fiscal

A atividade contábil é uma das áreas que mais amedronta os donos e investidores de grandes e pequenas empresas. Estar em dia e adequado com todas as exigências da Receita Federal parece um grande desafio – e muitas vezes vemos profissionais da área da contabilidade cometendo deslizes que poderiam ser facilmente evitados com a melhor divulgação e compreensão de informações relacionadas com a atividade contábil.

Para lhe ajudar a compreender melhor as informações sobre essa área da sua empresa, vamos tratar, nesse artigo, de um assunto que tem levantado várias dúvidas na atividade tributária de um negócio. Aqui você vai compreender como se manter adequado ao bloco K do SPED Fiscal e quais são as vantagens de se atentar a esse detalhe. Confira!

SPED e Bloco K, o que são?

O SPED é a sigla para Sistema Público de Escrituração Digital e que é responsável por modernizar as atividades obrigatórias de contribuição das empresas aos órgãos fiscalizadores. É ele o responsável por emissão de documentos como a Nota Fiscal Eletrônica, a escrituração contábil digital e a escrituração fiscal digital.

O Bloco K, por sua vez, é um livro de registro de controle de produção e estoque de uma empresa, disponível em versão digital. Muitas empresas, nos modelos antigos de declaração dessas atividades, burlavam a ação da Receita Federal. Por esse motivo, a partir de 2017 a maneira de trabalhar e declarar o bloco K no SPED será diferente. Algumas das vantagens de conhecer esse novo modelo de declaração são:

O Fisco estará mais atento às sonegações no Bloco K

Como a Receita Federal já vinha percebendo que as declarações realizadas no Bloco K eram bastante passíveis de sonegação, a partir de 2017 o fisco vai fechar ainda mais o cerco nessas análises, com o objetivo de tornar mais eficiente o recolhimento correto dos valores financeiros relacionados à essas atividades.

O envio do bloco K será obrigatório para empresas atacadistas e indústrias

As grandes empresas relacionadas com o mercado atacadista e industrial – ou seja, que movimentam um grande volume de produtos e informações – terão como atividade obrigatória o envio do bloco K. Esse envio só não será obrigatório para MEIs ou empresas enquadradas no sistema simples nacional.

Melhor atividade do Fisco também é benéfico para sua empresa

Ao contrário do que muitos de nós brasileiros imaginamos, a atividade da Receita Federal não deve ser vista somente como uma maneira de perder dinheiro e, portanto, lucratividade para o seu negócio. O recolhimento correto dos impostos relacionados ao Bloco K, além de garantir uma boa imagem para o seu negócio, ajudam a tornar a atividade da Receita Federal no que ela realmente deveria significar para todos nós: uma maneira de investir em benefícios e facilidades para todas as empresas e indústrias do país.

Somente quando paramos de sonegar e voltamos a tratar o imposto fiscal como algo sério e obrigatório é que poderemos exigir da Receita Federal a realização dos seus deveres.

Sua empresa está adequada ao Bloco K do SPED Fiscal? Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Conte para a gente! Quer saber mais sobre o Bloco K e sua importância no negócio?

Faça o download do nosso guia sobre o assunto!

Fale com a tdf

Caso tenha o interesse em conhecer mais sobre nossos serviços ou sanar dúvidas que envolvam a nossa metodologia de aplicação, teremos enorme satisfação em te responder. Entre em contato agora mesmo: